Notícias

MASSACRE DEIXA AO MENOS 16 MORTES NO CANADÁ

MASSACRE DEIXA AO MENOS 16 MORTES NO CANADÁ

Pelo menos 16 pessoas foram mortas por um atirador no Canadá, durante ataque na noite de sábado na zona rural da Nova Escócia.  O assassino foi identificado como Gabriel Wortman, de 51 anos, e foi encontrado morto no domingo após horas de perseguição, no maior ataque deste tipo registrado no país até hoje.

A Polícia Federal do Canadá anunciou à imprensa que o balanço era de pelo menos 13 mortos, mas ao longo do domingo atualizou para 16 vítimas fatais, fora o atirador. Entre elas está a policial Constable Heidi Stevenson, com 23 anos de profissão. Outro oficial ficou ferido. Alguns corpos foram encontrados na frente e dentro de uma casa, em Portapique, cerca de 100 quilômetros de Halifax, capital do estado canadense. 

Segundo a imprensa canadense, Gabriel Wortman era um protético dentário. Ele fugiu usando vários veículos, incluindo um similar a uma viatura da polícia com um uniforme parecido com o de agentes. Após a chegada da polícia, o atirador fugiu e provocou uma busca incessante por 12 horas em várias comunidades, sendo baleado durante sua prisão na manhã do domingo.

As motivações do crime ainda serão determinadas após a investigação das autoridades. O número total de vítimas ainda não foi definitivo, mas o massacre já é considerado o pior registrado na história do país. Algo parecido aconteceu em 1989, quando um homem armado matou 14 mulheres que estudavam na Escola Politécnica de Montreal.

Fonte: Meia Hora

MASSACRE DEIXA AO MENOS 16 MORTES NO CANADÁ
Clique para Comentar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS LIDAS

To Top