Notícias

EM CLIMA JUNINO, COLÉGIO DE CB ENCONTRA MANEIRAS DE APROXIMAR ALUNOS NA PANDEMIA

EM CLIMA JUNINO, COLÉGIO DE CB ENCONTRA MANEIRAS DE APROXIMAR ALUNOS NA PANDEMIA

As tradicionais festas juninas fazem parte do calendário escolar, mas com a pandemia do coronavírus muitas delas tiveram de ser canceladas. Para não deixar a época de festejo passar em branco, o Colégio Aquarela, que atualmente desenvolve as atividades pedagógicas junto aos estudantes pela internet, encontrou algumas maneiras de realizar a “festança” e aproximar seus alunos, mesmo com o distanciamento social. 

A primeira delas foi uma festa junina on-line, em que as famílias de cada aluno montaram suas mesas e os professores fizeram um correio elegante com as crianças, tudo à distância, através de um aplicativo. Já a segunda foi uma carreata junina, as famílias enfeitaram seus carros com trajes típicos e passaram com os estudantes em frente à escola. Numa espécie de drive thru, as crianças receberam um saquinho junino, puderam acenar para os professores e aliviar um pouco da saudade, todos protegidos contra o coronavírus. 

Fátima Ribeiro Dionísio

De acordo com Fátima Ribeiro Dionísio, uma das coordenadoras pedagógicas do Aquarela, as iniciativas foram idealizadas durante as reuniões semanais com a direção do colégio. “A carreata foi maravilhosa, os pais participaram, enfeitaram seus carros. A festa promoveu um momento de alegria e de aproximação da gente com eles, deles com a gente e com os outros alunos. Ficamos impressionados e muito felizes. Nós estamos conseguindo viver experiências diferentes, mas positivas, com os nossos pais e alunos”, ressalta.

Cristiane Rodrigues Cambraia de Miranda

A assistente social Cristiane Rodrigues Cambraia de Miranda, mãe dos alunos Matheus e Manuela, de dois e quatro anos, conta que todo sucesso dos eventos foi construído antes e as atividades foram para além da carreata. “As crianças, eu e o pai fizemos uma festinha junina em casa, em clima de isolamento. Confeccionamos as bandeirolas, enfeitamos o carro, foi muito bacana”. 

“Eles viram as professoras e os amiguinhos nos carros e puderam presenciar o fato de que o distanciamento não só para eles, que essa realidade é para outras crianças também. Foi um evento para gente que não tem saído. Nós vestimos as roupas típicas, colocamos música de festa junina no carro, entramos no clima. É uma lembrança que eles vão levar para o resto da vida, deste período difícil que eu espero que passe logo”, pontuou Cristiane.

EM CLIMA JUNINO, COLÉGIO DE CB ENCONTRA MANEIRAS DE APROXIMAR ALUNOS NA PANDEMIA
Clique para Comentar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS LIDAS

To Top