novidades-noticias-mortes-reinfecção
Notícias

PAÍSES CONFIRMAM REINFECÇÃO POR COVID-19, BRASIL ESTUDA 20 CASOS

PAÍSES CONFIRMAM REINFECÇÃO POR COVID-19, BRASIL ESTUDA 20 CASOS

A Universidade de Hong Kong catalogou o primeiro caso de reinfecção por coronavírus com um vírus diferente do primeiro contágio. A conclusão veio após os cientistas sequenciarem os vírus que causaram as duas infecções. Pesquisas demonstraram que outros casos suspeitos de reinfecção, na verdade, se tratavam de pacientes que ainda continham vestígios do vírus no corpo e os sintomas da doença reapareceram. 

De acordo com o portal Uol, outra hipótese para tal ocorrência é a de pacientes observados terem contraído o coronavírus primeiro e depois terem contraído outro similar como o Sars ou Mers. Deste modo, não se trata de duas infecções, já que os vírus apresentam sequências diferentes. Na manhã desta terça-feira, 25, Bélgica e Holanda também confirmaram dois novos casos de pessoas que teriam se reinfectado, a informação foi divulgada pela televisão pública holandesa NOS.

Tanto no caso de Hong Kong quanto no da Holanda, os pacientes voltaram a ter sintomas de covid-19 quatro meses depois da primeira infecção. No caso do infectado belga, a situação é diferente; conforme o Uol, o paciente não teria desenvolvido anticorpos suficientes em sua primeira exposição ao vírus.O que é preocupante, uma vez que o fenômeno pode ser algo raro ou ocorrer de maneira generalizada.

No início de julho, a morte do técnico em enfermagem Libério Tadeu Fonseca Pereira, de 22 anos, chamou a atenção das autoridades brasileiras para a possibilidade de um segundo contágio. Atualmente, o Brasil investiga pelo menos outras 20 suspeitas de novas infecções por covid-19, após os pacientes terem sido considerados curados. Os casos são investigados pela Universidade de São Paulo (USP) e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), sendo 16 suspeitas em São Paulo e outras quatro no Rio de Janeiro.

Segundo o jornal Estado de Minas, a primeira suspeita surgiu em Boston, nos Estados Unidos, e foi descrita na revista American Journal of Emergency Medicine, em junho. Mas o caso de Hong Kong é o primeiro a concluir a reinfecção por diferentes tipos de linhagem da covid-19. Foi essa característica que ajudou a confirmar que se trata de uma reinfecção e não de um vestígio da antiga doença.

Fique bem informado com as nossas notícias. Acompanhe nossas redes socias:

Facebook
Instagram
YouTube
Whats App

PAÍSES CONFIRMAM REINFECÇÃO POR COVID-19, BRASIL ESTUDA 20 CASOS
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Vistos

To Top