Notícias

LUTO NO ESPORTE MUNDIAL: MARADONA MORRE AOS 60 ANOS APÓS PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA

LUTO  NO ESPORTE MUNDIAL: MARADONA MORRE AOS 60 ANOS APÓS PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA  

O mundo do esporte amanheceu de luto nesta quarta-feira, 25. Diego Maradona, um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos, faleceu aos 60 anos, depois de sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ele estava em sua casa, na cidade de Tigre, vizinha da capital da Argentina, Buenos Aires. O craque passou mal pela manhã e segundo imprensa do país, seis ambulâncias foram chamadas para atender o ex-jogador, mas os médicos não conseguiram salvá-lo.

O estado de saúde de Maradona já estava precário desde o começo de novembro, ocasião em que ele foi operado de um hematoma subdural e permaneceu hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool. Antes dos agravos de saúde, o campeão mundial pela Argentina em 1986 trabalhava como técnico do clube Gimnasia y Esgrima La Plata.

A carreira no futebol

O astro do esporte foi descoberto aos nove anos pelo Argentinos Juniors na favela onde morava; ele jogou pela equipe profissionalmente entre 1976 e 1981, quando se transferiu para o Boca Juniors. Mesmo tendo jogado apenas dois anos pelo Boca, antes de regressar ao final de carreira, Maradona se transformou em um dos maiores ídolos da equipe. 

Seu desempenho nos campos abriu as portas da Europa para ele no Barcelona, onde jogou entre 1982 e 1984. Depois disso, o argentino mudou-se para a Itália e formou um dos maiores esquadrões dos anos 80 com o Napoli. Em 1992, Maradona voltou para a Espanha, mas para o Sevilla. Já no final da carreira jogou no Newell’s Old Boys e no Boca.

Copas do Mundo 

Com apenas 16 anos, Maradona fazia sua estreia pela seleção da Argentina em 1977. Apesar de já ser um craque, acabou não sendo convocado para a Copa de 1978, em casa, que registrou o primeiro título argentino. O sucesso no Mundial veio em 1986, com uma atuação memorável na Copa do México. Maradona levou a Argentina ao bicampeonato e fez dois gols  históricos: o primeiro driblando toda a defesa da Inglaterra e o segundo com a “Mão de Deus”, também contra os ingleses. 

Em 1990, o ídolo argentino teve outra chance de ser campeão do mundo, após eliminar o Brasil, ele levou a Argentina à final contra a Alemanha, mas foi derrotado. Maradona se despediu dos gramados de Copa, como jogador, em 1994, no Mundial dos Estados Unidos, quando foi flagrado no exame antidoping. O ex-atleta voltou ao futebol como técnico e chegou a dirigir a Seleção Argentina na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

Fonte: Uol

LUTO NO ESPORTE MUNDIAL: MARADONA MORRE AOS 60 ANOS APÓS PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA
Clique para Comentar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS LIDAS

To Top