Notícias

CAMELÔS VENDEM “VACINA ANTI COVID-19” FALSA POR R$ 50 NO RIO

CAMELÔS VENDEM “VACINA ANTI COVID-19” FALSA POR R$ 50 NO RIO

Cientistas do mundo inteiro travam uma luta contra o tempo para viabilizar uma vacina anti covid-19, doença que já matou mais de 1.7 milhão de pessoas em todo planeta; enquanto isso, bandidos se aproveitam da pandemia para tentar lucrar com a situação. O caso mais recente vem do Rio de Janeiro, onde um suposto imunizante está sendo vendido clandestinamente por R$ 50.

As imagens da falsa vacina começaram a circular nas redes sociais no último domingo e vem ganhando manchetes dos principais jornais do país. Apesar de existirem vacinas sendo testadas no Brasil e um Plano Nacional de Vacinação, nenhum imunizante passou pelo crivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), critério indispensável para sua aprovação em solo brasileiro. 

Assim que um imunizante for aprovado no Brasil pelas agências de controle, o mesmo será oferecido pelo Poder Público. A procedência do produto encontrado no comércio popular do Rio é duvidosa, uma vez que não tem o aval de um órgão de controle e não se sabe o que foi manipulado no produto e qual substância será aplicada, podendo causar sérios danos à saúde, como reações alérgicas e infecções. 

Falsificar medicamento é crime

Falsificar, corromper, adulterar ou alterar produto destinado para fins medicinais é crime hediondo e passível de reclusão de até 15 anos, podendo o autor cumprir regime fechado, sem liberdade provisória ou fiança. Vender medicação sem autorização e fiscalização é crime contra a saúde pública. Em caso apenas de anúncio, o suspeito incorre no crime de estelionato (obter vantagem econômica por meio enganoso) e a pena pode variar de um a cinco anos de prisão, além do pagamento de multa.

Fonte: O Tempo

CAMELÔS VENDEM “VACINA ANTI COVID-19” FALSA POR R$ 50 NO RIO
Clique para Comentar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS LIDAS

To Top