Notícias

SAÚDE E BUTANTAN NEGOCIAM MAIS 54 MILHÕES DE DOSES DA CORONAVAC

SAÚDE E BUTANTAN NEGOCIAM MAIS 54 MILHÕES DE DOSES DA CORONAVAC

O secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Arnaldo Medeiros, anunciou que o Ministério da Saúde negocia com o Instituto Butantan uma expansão do contrato de aquisição da CoronaVac para 100 milhões de doses. O contrato com o Butantan está praticamente fechado e o cronograma de entrega das vacinas proposto pelo instituto prevê a entrega de 46 milhões de doses até março inicialmente, entretanto o governo negocia a expansão do acordo até o final do primeiro semestre de 2021.

A informação foi divulgada em uma reunião da Comissão Externa de Enfrentamento à Covid-19 da Câmara dos Deputados nesta terça-feira, 22. Medeiros ressaltou também que está avançado o contrato com os laboratórios Pfizer e AstraZeneca e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para  pelo menos 150 milhões de doses de vacinas no primeiro semestre de 2021, sem contar com a expansão prevista com o Butantan. 

A Fiocruz receberá ativos para produção de vacinas a partir de janeiro e, cumpridas as formalidades de registro, prevê a entrega das primeiras doses no início de fevereiro. A previsão é de que a Fiocruz produza 1 milhão de doses por semana, nas primeiras duas semanas, e depois disso 700 mil doses diárias, após o período de ajuste na produção. 

Covax Facilities

O Brasil também faz parte do Covax Facilities, que é um consórcio da Organização Mundial da Saúde (OMS) que concede o direito aos países participantes de adquirirem uma cota dos imunizantes disponíveis. O governo ainda espera uma posição da OMS sobre qual laboratório terá disponibilidade de entrega de vacinas e quantas doses poderão ser adquiridas pelo Brasil inicialmente, mas a previsão de compra é de 42,5 milhões de doses.


Fonte: Uol

SAÚDE E BUTANTAN NEGOCIAM MAIS 54 MILHÕES DE DOSES DA CORONAVAC
Clique para Comentar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS LIDAS

To Top