Notícias

REFORMA ECONÔMICA E AMBIENTAL, A BASE DE TINTA NATURAL!

Texto: Jean Wallace

Reforma econômica e ambiental, a base de tinta natural! Usando a recreação natural, Márcio Meirelles, do escritório da empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF) em Planaltina (GO), amplifica a sustentabilidade com muita criatividade e bom gosto! “É um produto acessível e fácil de ser fabricado”, conta Meirelles. Tinta feita de terra, a partir de pigmentos naturais, pode ser até 90% mais barata (aproximadamente R$ 52 a lata de 18 litros, enquanto a convencional pode chegar a R$ 500), atingindo multi tonalidades (com três partes de terra para uma de cola e água é possível produzir a tinta em vermelho, amarelo, branco, roxo, lilás, rosa, marrom, bege) de acordo com a necessidade, além de ser menos tóxica e igualmente duradoura !

“Encontrei um projeto de pesquisa da Universidade Federal de Viçosa [UFV], que mistura terra natural com grude, cola e óleos. Primeiro apliquei na pintura da minha própria casa e o resultado foi muito bom”, conta o extensionista, extasiado com a exima praticidade e funcionalidade do material! Meirelles reparou que boa parte das casas do munícipio rural, tinham pinturas velhas ou estavam ainda no reboco, cerca de 20 destas (casas), incluindo o galpão da Associação dos Produtores do Núcleo Rural Santos Dumont (Planaltina), foram revitalizados, com um gasto especifico, somente da cola, como material artificial, cadenciando uma reação comunitária de mutirão de pessoas, acolhendo a ideia e ajudando ao próximo, mudando mais que a estética de seus lares, trazendo esperança nas paredes sem cores.

REFORMA ECONÔMICA E AMBIENTAL, A BASE DE TINTA NATURAL!
Clique para Comentar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS LIDAS

To Top