Notícias

OPERAÇÃO UIRAPURU É REALIZADA EM CAMPO BELO NESTA TERÇA-FEIRA

O tráfico de animais silvestres é o terceiro maior comércio ilegal do mundo, perdendo apenas para o tráfico de armas e drogas, todos os anos são retirados das matas milhares de animais para movimentar esse mercado, sendo esse um dos motivos para grande destruição no que tange à fauna brasileira.

Uma mega operação da Polícia Militar do Meio  Ambiente em parceria com a Polícia Federal, foi realizada na madrugada desta terça-feira, 26, em Campo Belo, a fim de cumprir vários mandados de busca e apreensão de animais silvestres que estavam sendo objeto de tráfico em nossa cidade, microrregião, e algumas aves sendo enviadas para o exterior, inclusive.

A operação denominada Operação Uirapuru, foi liderada pelo comandante do Pelotão de Meio Ambiente de Lavras, o Tenente Emerson da Costa Ludgero, que relatou que esta operação é o resultado de uma investigação preliminar da Polícia Federal em parceria com a Polícia Militar do Meio ambiente, que realizou o planejamento da ação e objetiva inibir o comércio de aves silvestres em nossa cidade e região, coibindo o tráfico destas aves que estava sendo feito para diversas regiões do nosso estado e inclusive para o exterior.

Ludgero relatou ainda, que “…muitas anilhas, aves, lavraturas de autos entre outras ações foram realizadas e os resultados finais da operação serão divulgados após o levantamento de todos os dados. Campo Belo já tem um histórico de alto índice de apreensão de pássaros silvestres, e 28 militares da Polícia Militar Ambiental em 10 viaturas, juntamente com 16 Policiais Federais em outras 8 viaturas foram mobilizados em prol desta campanha, que teve um resultado muito positivo.”

O telefone para denúncias pode ser feito através do número (35)3829-2100, que pertence a Sexta Companhia de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário de Lavras, e o e-mail é pmambientallavras@gmail.com, e qualquer pessoa que souber de alguma movimentação suspeita ou de indivíduos que estejam praticando este delito podem fazer sua denúncia anonimamente.

De acordo com o artigo 33, da Lei 9.605 de 12 de fevereiro de 1998, a Lei de Crimes Ambientais também chamada de Lei da Vida, importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar, a pena é de reclusão de 5 (cinco) a 15 (quinze) anos e ainda o pagamento de 500 (quinhentos) a 1.500 (mil e quinhentos) reais por dia de multa.

OPERAÇÃO UIRAPURU É REALIZADA EM CAMPO BELO NESTA TERÇA-FEIRA
Clique para Comentar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS LIDAS

To Top