Notícias

AGRO: BAIXO ÍNDICE DE CHUVAS PREOCUPA CAFEICULTORES DE ALGUMAS REGIÕES DO PAÍS

AGRO: BAIXO ÍNDICE DE CHUVAS PREOCUPA CAFEICULTORES DE ALGUMAS REGIÕES DO PAÍS

Regiões como Espírito Santo, Mogiana(SP) e o Sul e Cerrado de Minas Gerais tem apontado baixos índices de chuva neste início de ano, que pode resultar em impactos negativos na produção da safra 2021/2022 de café. Os dados são do CEPEA (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), que apontaram também, como um possível indicador de baixa produção nas lavouras de café arábica, as altas temperaturas que prejudicam o desenvolvimento dos frutos.

Com negociações ainda calmas, o mercado do café tipo arábica se mantém estável em virtude da retração de vendas; já o robusto, tem tido alguns pontos altos para fechamentos principalmente nos tipos 7/8.

Ainda de acordo com agentes do CEPEA,
as mudas já implantadas e a gravações dos cafezais têm sido as mais afetadas pelas altas temperaturas.

Com liquidez baixa, no mercado brasileiro, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 bebida dura para melhor posto em São Paulo, fechou a R$ 418,51/saca de 60 kg, elevação de 1,9% em relação à anterior, 29 de janeiro, de acordo com a última cotação realizada dia 5 de fevereiro.

Fonte: Cepea

Clique para Comentar

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MAIS LIDAS

To Top