ANA pede 200 milhões de euros ao governo

De acordo com Resumo ExecutivoFoi emitida a confirmação do início do processo de arbitragem Revista de negócios Pelo Ministério da Infraestrutura. A Gestor Nacional de Aeroportos já tinha manifestado a intenção de recorrer à arbitragem em 2022, mas conforme indicado no relatório de gestão e contas da empresa relativos ao ano de 2023, o processo foi formalmente iniciado apenas em Março deste ano.

A questão gira em torno de um pedido de restabelecimento do equilíbrio financeiro (REF) apresentado pela ANA no terceiro trimestre de 2021 devido ao impacto da Covid-19. Empresas como a Fertagus e a Metro Sul do Tejo fizeram o mesmo pedido. Em outubro de 2022, num relatório que acompanha a proposta de Orçamento do Estado para 2023, o governo anunciou que apenas o pedido de REF da ANA no valor de 214 milhões de euros foi tido em conta, mas não pago.

Em 2020, as receitas da ANA caíram 69% para 262,4 milhões de euros, resultando num prejuízo de 72,1 milhões, em contraste com o lucro de 300 milhões registado em 2019.

Paralelamente, estão também na ordem do dia as negociações para a construção do novo aeroporto Luís de Camões, em Alcochete. O relatório executivo da ANA destaca a necessidade de renegociar alguns termos do contrato de concessão, o que deverá ocorrer entre 2024 e 2025.

READ  Incêndios devastadores devastam áreas de Espanha e Portugal

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz