As mais belas bibliotecas portuguesas – The Portugal News

Mais do que um edifício com livros, Portugal tem bibliotecas que podem ser consideradas monumentos. Em certas bibliotecas, o conhecimento se funde com a arquitetura, de diversos movimentos artísticos.
Neste artigo, olhamos para algumas das bibliotecas mais bonitas de Portugal.

Biblioteca Joanina

Construída no século XVIII, a biblioteca está localizada no Paço das Escolas da Universidade de Coimbatore, junto à Faculdade de Direito. Quando se trata de bibliotecas monumentais, a Biblioteca Joanina é talvez a mais famosa. Mandada construir por D. João V, a obra barroca é conhecida pela utilização do ouro na sua decoração. Abriga cerca de 70.000 livros, alguns dos quais são edições históricas. Para preservar as obras, a biblioteca tornou-se o lar de morcegos que se alimentam de insetos que podem afetar a qualidade do papel de livros centenários. No interior do edifício existem três salas interligadas por arcos. O ouro foi o metal decorativo mais utilizado.

Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra

A biblioteca está localizada no palácio, a 25 quilômetros, e é novamente uma obra construída no reinado de D. João V, durante o período barroco. A biblioteca é a sala mais importante do palácio, pois abriga o variado conteúdo científico e intelectual da cultura barroca. O edifício ocupa uma área de 943 metros quadrados, e foi em 1771 que se iniciou a construção das prateleiras, que atualmente estão organizadas como foram deixadas originalmente no século XVIII.

Biblioteca da Cruz Vermelha Portuguesa

A Biblioteca da Cruz Vermelha Portuguesa está instalada no Palácio dos Condes D’Óbidos desde 1935. Tem pinturas nos tectos e um grande lustre de cristal. Ali encontram-se cerca de 20.000 livros, numa biblioteca que alguns dizem ser uma pequena réplica do Salão Nobre da Academia das Ciências de Lisboa.

READ  Portugal estende desastre governamental

Biblioteca Pública de Évora

A biblioteca foi construída em 1805 pelo Arcebispo Frei Manuel do Cenáculo, um estudioso que representou o Iluminismo português. É um espaço, sobretudo, embutido em madeira, onde se encontram arquivos impressos e manuscritos do século XIII ao XX. No total, são mais de seis mil livros impressos.

Biblioteca do Palácio das Galveias

Localizada no Campo Grande, em Lisboa, a biblioteca era frequentemente visitada por José Saramago, que deu o nome à maior sala da biblioteca. Foi construído em 1928 e assenta num edifício simétrico com planta em forma de U. As janelas têm motivos renascentistas, permitindo a entrada de muita luz natural no edifício.

A maioria das bibliotecas aqui mencionadas são abertas ao público, dando a todos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história de Portugal, neste caso em locais onde o conhecimento e a intelectualidade estão muito em casa.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz