O Primeiro-Ministro apela à responsabilização para remover a maioria das restantes restrições COVID-19 em Portugal

O primeiro-ministro português, Antonio Costa, fala em conferência de imprensa após a reunião de líderes da UE em 25 de junho de 2022 em Bruxelas, Bélgica.

LISBOA, 23 de setembro (Reuters) – Portugal suspenderá todas as restrições restantes do Covit-19 e permitirá a ocupação total de restaurantes e salões culturais a partir de 1º de outubro, disse o primeiro-ministro Antonio Costa na quinta-feira.

“Como a maior parte das restrições impostas por lei já desapareceram, vamos entrar em uma fase da responsabilidade de todos”, disse Costa em entrevista coletiva.

“Não devemos esquecer que a epidemia não acabou”, disse ele.

Em algumas das atividades que estão em prática, o uso de máscara é obrigatório nos transportes públicos, grandes eventos, lares de idosos, hospitais, shoppings e hipermercados. Na semana passada, as máscaras foram estacionadas à força do lado de fora.

Costa disse que boates e bares poderão reabrir após o fechamento, a partir de março de 2020, já que Portugal já está totalmente vacinado para mais de 8,5 milhões de pessoas ou 83,4% de sua população.

No entanto, os clientes devem apresentar um certificado de vacinação digital ou um teste COVID-19 negativo.

A partir de 1º de outubro não será mais permitido sentar-se junto em restaurantes e cafés ou participar de eventos culturais, casamentos e batizados.

Costa disse que as certificações digitais ou testes negativos não são mais obrigatórios em hotéis e academias, mas devem ser atendidos em viagens aéreas ou marítimas ou em grandes eventos culturais ou esportivos.

Depois de ter sido atingido pela pior pandemia do mundo em janeiro, Portugal intensificou a campanha de vacinação durante o verão, passando a liderar o mundo em termos de percentagem de toda a população vacinada, segundo a publicação online ourworldindata.org.

READ  As 30 Melhores Críticas De mormaii Com Comparação Em

Portugal registou na quinta-feira 885 novos casos de COVID-19 e cinco mortes. Com isso, o número total de casos chega a 1.064.876 – ou um em cada 10 portugueses – e a 17.938 óbitos.

Reportagem de Sergio Gonçalves e Patricia Rua, editado por Andre Khalif e Gareth Jones

Nossos padrões: Políticas da Fundação Thomson Reuters.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz