Portugal vê Porto de Sines como porta de entrada do Qatar LNG para a Europa Central

Portugal pode tornar-se uma porta de entrada estratégica para fortalecer a cadeia de abastecimento global de gás natural liquefeito (GNL) de Doha para a Europa, através do seu porto de águas profundas, de acordo com o Forum Portugal Qatar (FPQ), sediado em Lisboa, uma organização sem fins lucrativos para promover o comércio entre os dois países. .países.

“O porto de águas profundas de Portugal (Sines), está pronto e tem capacidade para armazenar GNL, e o gasoduto para distribuição direta para a Europa Central”, disse Nuno Anahory, fundador e presidente da FPQ, que organizará a cimeira Qatar-Portugal Trade and Investments . em outubro deste ano.
O terminal de GNL de Sines é um terminal de regaseificação no distrito de Setúbal, Portugal e representa mais de 55% do gás que entra em Portugal. Situa-se a cerca de 150 km a sul de Lisboa.

O Conselho Europeu está revendo a estratégia energética (especialmente por causa de sua dependência da Rússia) e a situação permanente está na oportunidade de reconstruir as instalações de energia dentro da Europa, segundo ele.

“Portugal pela sua geografia natural, aberto ao mar Atlântico será um ponto chave para o abastecimento de gás, e distribuição pela Europa”, disse.
Recentemente, a Reuters informou que o secretário de Energia de Portugal disse que a Europa deve diversificar urgentemente suas fontes de fornecimento de gás natural para reduzir sua dependência da Rússia, apontando grandes produtores como EUA e Catar como potenciais alternativas.

O Qatar entregou a sua primeira carga de GNL para Portugal em 2010. A carga, vendida no mercado spot, foi entregue à Galp Energia SGPS no terminal de GNL de Sines.

“A FPQ espera colaborar com todas as entidades para promover os laços entre os dois países”, disse, destacando que o principal investimento do Qatar em Portugal é o novo W Hotel and Residences no Algarve.

READ  UE dá luz verde Espanha e Portugal planejam aliviar preços de energia | Política Nacional

A FPQ oferece assistência dedicada no fornecimento de contactos e apoio a missões comerciais, empresários importantes e outros que pretendam visitar o Qatar, e todas as entidades do Qatar que pretendam visitar Portugal, de forma a promover relações económicas conjuntas e proativas.
A associação estende o seu legado à comunidade lusófona de 280 milhões de habitantes, os países de língua portuguesa africana, onde tem parceria estratégica com conselhos empresariais com representação em cada país, disse.

O Qatar é observador associado da CPLP- Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, entidade global composta por nove países Angola, Brasil, Portugal, Timor Leste, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial, Guiné-Bissau e Moçambique.

“Isso reflete o papel de desenvolvimento global do Catar e está dentro da estrutura da estratégia de cooperação internacional multilateral perseguida pelo Estado para cooperar para o desenvolvimento e aumentar o intercâmbio cultural com todos os países e pessoas”, disse Anahory.

As importações portuguesas do Qatar cresceram acentuadamente em 2018, de 155 milhões de euros em 2017 para 223 milhões de euros em 2018, devido à crescente relação comercial entre os dois países, que se acentuou com as importações de combustíveis minerais cuja quota das importações em 2018 foi de 199 milhões de euros.

As exportações portuguesas para o Qatar atingiram o pico em 2017, atingindo 34 milhões de euros e têm vindo a diminuir suavemente desde 2018 e 2019.

Sobre a cimeira prevista para Novembro, disse que a FPQ está a trabalhar para promover entre as principais empresas portuguesas a visita e exposição em eventos empresariais do Qatar, e espera apoiar as empresas e empresários do Qatar a receberem em Portugal.

“Neste tempo de tempos incertos, e de novo mapa geopolítico, Portugal é uma entrada natural para o transporte marítimo estratégico a partir do Atlântico, não só como ligação direta à América, mas principalmente como corredor natural para abastecer a Europa por via rodoviária e ferroviária”, ele disse.
Fonte: Gulf Times

READ  As 30 Melhores Críticas De a entrevista Com Comparação Em

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz