Aprenda português através da música no novo estúdio cultural de Priya da Luc

No coração de Priya da Loos, foi inaugurado um novo estúdio cultural denominado ‘Lus Cultura’, que visa proporcionar um espaço onde pessoas de todas as idades, nacionalidades, origens e credos se possam ligar através da “arte e expressão”.

Foi fundado por Louisa Tedisin, uma música experiente e talentosa que se apresentou por toda a Europa.

Um dos principais convites do estúdio será a oportunidade de usar a língua portuguesa e a história do país como principal instrumento musical.

No entanto, o primeiro projeto do estúdio são os ‘Summer Talent Camps’ para crianças de cinco a 12 anos a partir de julho, que incluem master classes de música, artes visuais, artesanato, dança e teatro – todos ministrados por profissionais. O objetivo é “ajudá-los a descobrir quais são seus talentos”.

Haverá um grand finale no último dia, que incentivará as crianças a “mostrarem seus talentos por meio de um show e / ou exposição”.

Junto com os acampamentos de verão, Lus Calcura oferecerá aulas de piano e cursos para adultos e crianças. O próximo passo é começar com uma cantora em inglês e português.

“Desde que cresci em Portugal, gosto de usar a música como ferramenta para ensinar a língua e a cultura portuguesas”, afirma Louisa, natural da Moldávia.

“Quero reunir um grupo de pessoas que querem aprender a língua e gostam de cantar. O objetivo é aprender as canções portuguesas mais populares e a história por trás delas. Por exemplo, a melhor forma de aprender sobre a revolução de 25 de abril de 1974 e o que ela significa para o povo português é através das canções de Zika Afonso que são incrivelmente bonitas e significativas.

“Desde a Idade Média, e mesmo antes disso, a música tem sido usada como ferramenta para memorizar textos de pessoas que não sabem ler nem escrever. Por isso, aprender músicas em português vai enriquecer o vocabulário e ajudar a memorizar palavras mais difíceis de lembrar, por proporcionar um ambiente de cultura e música ”, completa.

READ  As 30 Melhores Críticas De xadrez tabuleiro Com Comparação Em

O estúdio prevê a realização de workshops, exposições e até pequenos eventos ou concertos.

“Convidamos qualquer criador a vir explorar o local e as suas possibilidades. A Lus Culture pretende tornar-se uma especialidade artística no Alcarve e deseja acolher uma variedade de obras de todas as formas de arte. O Alcarve está repleto de gente criativa e talentosa, e nós acredito que a cultura Lus pode ser um lugar que reúne tudo isso ”, afirma Louisa, que já há algum tempo planeja abrir um ateliê cultural.

“É claro que a epidemia desafiou a todos nós e nos fez repensar como repensamos nossas vidas. Este projeto era uma opção antiga, pelo que me lembro, me oprimiu durante as epidemias que se desenvolveram dentro de mim. A incerteza e a tristeza que a epidemia trouxe às nossas vidas agora me motivam para isso ”, explica.

“Sempre sonhei em criar um espaço que encorajasse as pessoas a aprender com as diferenças umas das outras e usá-las para um propósito comum – criar beleza; um lugar onde pessoas de diferentes status, origens e crenças possam se conectar por meio da arte e da liberdade de expressão, e está acontecendo em Priya da Luce! “

A cultura Lus está localizada no centro de Priya da Loos na Rua da Priya. Você pode saber mais sobre suas atividades visitando sua página no Facebook ‘Cultura Lus’
+351 911 577 743 | [email protected]

Sobre Louisa Tedic
Louisa começou a tocar piano quando tinha seis anos na Moldávia. Mudou-se para Portugal com a família aos 13 anos e retomou o bacharelado em piano pela Escola Superior de Música de Lisboa. Muitos anos depois, ele recebeu um diploma de mestre em dublagem no Conservatório de Amsterdã, na Holanda.

READ  'Corrida contra o tempo': Portugal estende as sanções COVID-19 a mais áreas à medida que os casos aumentam

Aos 21 anos cantou para 30.000 pessoas no seu próprio festival em Portugal. Cantou na inauguração do Centro Cultural Agostigam na Holanda e no Centro Cultural de Belém em Lisboa, com a presença do Rei Willem-Alexander durante a visita do Papa Bento XVI a Portugal em 2010.

Louisa teve aulas com alguns grandes nomes da Era Siff do Metropolitan Opera e Marlena Malas da Juliard School of Music e da Manhattan School of Music.

Foi também membro do Coro Gulpenkian, que se apresentou em toda a Europa.

Escrito por Michael Brookso
[email protected]

Louisa Dedicin no estúdio
A ativa Louisa Tedis segura o Symbic Choir Chamber Crescento
Apresentação de Louisa Tedis no Pentada Music Festival 2018 em Sapugal, Cardo
Louisa Dedicin no palco
Renovação

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

O Porta Voz