Autoridades portuguesas detêm rabino e dizem que ele ajudou bilionário russo

LISBOA, 11 Mar (Reuters) – Policiais da cidade do Porto, no norte de Portugal, detiveram o líder da comunidade judaica local, dizendo que ele emitiu o documento permitindo que o bilionário russo Roman Abramovich obtivesse a cidadania portuguesa no ano passado, disseram autoridades nesta sexta-feira.

Oficiais da agência de investigação criminal PJ detiveram o rabino Daniel Litvak como parte de uma investigação em andamento dos promotores públicos sobre a concessão de cidadania ao proprietário do clube de futebol do Chelsea, Abramovich, disse o jornal Publico anteriormente.

Em comunicado, a comunidade judaica do Porto negou qualquer irregularidade e disse ter sido alvo de uma “campanha de difamação”.

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

Disse que o rabino Litvak supervisionou o departamento que certifica a nacionalidade portuguesa com base em critérios que “foram aceitos por governos bem-sucedidos”.

Abramovich recebeu a cidadania em abril de 2021 com base em uma lei que oferece naturalização a descendentes de judeus sefarditas que foram expulsos da Península Ibérica durante a Inquisição Medieval. consulte Mais informação

Há pouca história conhecida de judeus sefarditas na Rússia, embora Abramovich seja um sobrenome comum de origem judaica Ashkenazi.

As genealogias dos candidatos são examinadas por especialistas em um dos centros judaicos de Portugal em Lisboa ou Porto. O centro do Porto, onde Litvak é o rabino, foi o responsável pelo processo de Abramovich.

Os promotores públicos abriram um inquérito em janeiro. . Na quinta-feira, uma fonte do governo português disse à Reuters que a cidadania de Abramovich pode ser retirada dependendo do resultado do inquérito. consulte Mais informação

Em um comunicado conjunto, a PJ e os promotores públicos disseram que um suspeito foi detido na quinta-feira, mas não nomeou o rabino, acrescentando que o suspeito comparecerá a um juiz.

READ  Artesãos açorianos trazem tradições seculares para o New Bedford Day of Portugal

Ele disse que seus policiais invadiram casas, escritórios de advogados e outros espaços na sexta-feira como parte da investigação de crimes como lavagem de dinheiro, corrupção e falsificação de documentos. As evidências foram coletadas e serão analisadas, acrescentou.

Litvak estava se preparando para viajar para Israel quando foi detido, disse o Publico.

A comunidade judaica do Porto disse que os promotores públicos também estão investigando a certificação de nacionalidade portuguesa concedida pela comunidade judaica de Lisboa ao bilionário franco-israelense Patrick Drahi, fundador do grupo de telecomunicações Altice.

A Altice não estava imediatamente disponível para comentar.

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

Reportagem de Catarina Demony e Sérgio Gonçalves; Edição por Sandra Maler e David Gregorio

Nossos padrões: Os Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz