Boom de novas construtoras

A construção de edifícios residenciais (e outros ativos) foi o setor de atividade que registou o maior crescimento de novas empresas nos primeiros seis meses do ano. Barômetro Info D&B.

A atividade imobiliária está em queda há dois anos, com a formação de menos empresas no setor. Por outro lado, há menos empresas a fechar e menos falências tanto na construção como no imobiliário.

No primeiro semestre de 2024 foram criadas 27.263 novas empresas em Portugal, o que representa uma diminuição de 3% na criação de empresas (-844 integrações) face ao mesmo período de 2023. Essa tendência já é observada em ambos. Informa T&B destaca os trimestres deste ano em relatório enviado às redações.

É imediatamente evidente que a construção de edifícios (residenciais e não residenciais) regista o maior crescimento neste semestre (2.049 constituições de empresas) face ao mesmo semestre do ano passado com “maior número de novas constituições de empresas”. No ano anterior (+188; +10% dos ambientes institucionais)”, notam.

“Responsável por muitas novas empresas nos últimos tempos, o empreendedorismo no setor imobiliário está em queda há quatro semestres consecutivos, com menos 179 consolidações de empresas (-6,7% de consolidações) do que no mesmo período do ano passado”, lê-se no comunicado.

READ  12 empresas concorrem no leilão de parques solares flutuantes de Portugal

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz