Kiev confia em Portugal e no Brasil para plano de paz – Euractiv

A Ucrânia conta com Portugal e Brasil para o plano de paz da Ucrânia porque “todos os países são afetados” pela guerra da Rússia na Ucrânia, segundo um responsável da presidência ucraniana.

Em uma entrevista LusaO vice-chefe do gabinete presidencial ucraniano, Ihor Zhovkva, lembrou que no verão passado o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, prometeu “promover boas relações” entre o seu homólogo brasileiro Lula da Silva e o homólogo ucraniano Volodymyr Zelenskyy.

Zelensky e Lula tiveram uma “reunião muito positiva e produtiva” em Nova Iorque durante a última Assembleia Geral da ONU, segundo o chefe do departamento de política externa do presidente ucraniano, dizendo que a Ucrânia precisa do Brasil, membro do grupo BRICS. Rússia, Índia, China e África do Sul) e outros países do chamado Sul Global, estão agendados para futuras cimeiras de paz.

“O meu presidente chegou a acordo com a Suíça para acolher a primeira Cimeira Mundial da Paz e podemos certamente contar com a participação de Portugal”, afirmou.

“Os países do Sul Global, incluindo o Brasil, pediram o fim das hostilidades na Ucrânia e o início de um processo de negociação, que ambos os lados rejeitaram até agora”, acrescentou Zhovkva.

Zhovkva destacou as “relações historicamente boas” de Portugal com o Brasil e outros países da região latino-americana para “convencer os seus líderes de que esta é a única fórmula de paz que pode trazer a paz ao território da Ucrânia”. “Não é possível usar fórmulas de outros países”, frisou.

“É por isso que quando o meu Presidente falou aos líderes do Sul, ele os convenceu de que esta é uma fórmula de paz viável e que será apoiada durante esta primeira cimeira de paz”, disse ele. Esta fórmula pode ser implementada através da elaboração de um plano de ação.

READ  As 30 Melhores Críticas De obesidade Com Comparação Em

Segundo o chefe do presidente ucraniano, juntos, estes países podem “exercer pressão conjunta sobre a Rússia”, insistindo que o Kremlin “teme a força e teme uma voz unificada”, e recebeu-a “como uma resposta aberta”. Agressão contra a Ucrânia em 2022”, ao contrário do que aconteceu há oito anos, após a anexação da Crimeia e a ocupação de parte do Donbass.

“Portanto, agora os países devem unir-se para pôr fim a esta guerra”, insistiu o responsável ucraniano, acrescentando que as razões eram claras para a Ucrânia “porque o seu povo está a morrer”, mas deveriam ser claras para o resto do mundo.

Quando Zhovkva, Zhovkva e Zelenskyy estiveram em Jeddah no ano passado para conversações sobre o seu plano de paz, vários líderes do mundo árabe disseram-lhe que “eles também estão a sofrer com a agressão russa contra a Ucrânia”. O mesmo aconteceu com os seus encontros com o presidente argentino Javier Mille e outros líderes latino-americanos e africanos.

Todos os países foram afectados de diferentes maneiras pela invasão da Ucrânia, seja nas cadeias de abastecimento, no aumento dos preços ou na disponibilidade de recursos energéticos, observou, e é por esta razão que “toda a comunidade internacional deve unir-se e dizer basta é suficiente” para Moscou.

(Henrique Botequilha – Editado por Pedro Sousa Carvalho | Lusa.pt)

Leia mais com Euractiv

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz