Postscripts: Todos os sabores de Portugal ao seu alcance no Portugalia Marketplace de Fall River | Colunas de convidados

A minha vizinha e amiga Maria de Fátima Leite Simões Ventura, ou simplesmente Maria, foi a minha companheira e guia gastronómica numa recente visita ao que outrora foi uma extensa fábrica têxtil que há uma década, reequipada, polida e abundantemente abastecida, foi inaugurada como Portugalia Marketplace . , o empório de comida, vinho e cerâmica portuguesa, em Fall River, Mass.

Nascida na cidade de São João de Madeira, a cerca de 30 quilômetros da cidade do Porto, no norte de Portugal continental, Maria emigrou com a mãe, o pai e os irmãos em 1971, primeiro morando em Nova York — em Yonkers — e depois se estabelecendo no interior do estado. Elmira, onde moravam outros membros da família.

À medida que se aproxima dos 60 anos, sua história de vida tem algo de múltiplos sabores, sabores picantes e exóticos e corredores de especiarias, barris de doces, caixa após caixa de delícias salgadas e todo o fascínio da aventura como, bem, caminhar pela primeira vez em um enorme empório de comida portuguesa.

Para Maria, houve faculdade em Elmira e depois em Ithaca, saindo antes de se formar, mas, voltando para Portugal, apostando um conhecimento afiado em couro pela família no trabalho como representante de uma dezena de empresas de calçados; casando-se algumas vezes, inclusive brevemente com um jogador de hóquei norueguês; criando três filhos; possuir três joalherias (turquesa) e lojas de cerâmica e acessórios em Newport e Massachusetts; vendendo as lojas e, depois de se divorciar de seu último marido, de uma conhecida família Groton que ela conheceu online, obtendo sua licença para cabeleireiro e de seu primeiro emprego no salão Elizabeth Arden no Mystic Marriott para um show no Foxwoods e, finalmente, quatro anos atrás, para Mystic River Hair & Nails em Mystic, onde ela tem uma cadeira hoje.

READ  A casa aberta para documentos começa

Nos últimos anos, tinha viajado várias vezes à Terceira, uma das ilhas vulcânicas dos Açores, o arquipélago do Atlântico Norte pertencente a Portugal, onde saboreava os pastéis, a abundância de peixe, especialmente polvo grelhado, e carnes, e o clima temperado, as visitas ainda mais saborosas por causa dos subsídios aéreos e hoteleiros empurrados pelo governo português, fazendo com que o custo de uma semana de estadia e voos de ida e volta de Boston em torno de $ 500, ou um pouco mais para ficar no pousada histórica com vista para o porto da capital, Angra do Heroísmo.

Aqui estava a oportunidade de reviver aquelas visitas numa ida a Fall River a um mercado aberto por uma família dos Açores, mas com uma continental, que tinha os seus preconceitos pelas cozinhas e culturas. Não importava. Contentava-me em ver a Maria fazer compras e ouvir as suas histórias dos seus jantares de infância e do gosto pela pastelaria, sendo mais apaixonada por pastais de nata, pastel de nata português, muitas vezes polvilhado com canela e tostado à volta da coroa. Ela os encontrou primeiro.

O Portugalia Marketplace foi o conceito de Michael Benevides e sua família, que chegaram a Fall River vindos dos Açores em 1979, juntamente com muitos outros das ilhas. De acordo com uma história publicada pela Rhode Island Monthly em maio de 2018, o pai de Benevides começou a vender café em Fall River em 1988 e depois se expandiu para um negócio de atacado de alimentos executado em sua garagem de três compartimentos.

A demanda cresceu, o negócio encontrou um espaço maior e, então, a Benevides surgiu com a criação de um marketplace. Eles encontraram um moinho vago à venda na Bedford Street, em um antigo distrito de moinhos, compraram-no em 2011, passaram dois anos reformando-o e abriram o mercado em 2013.

READ  As 30 Melhores Críticas De lupo Com Comparação Em

Ele estava determinado a fornecer à comunidade portuguesa não apenas alimentos que lembrassem a pátria que deixaram, mas também os sabores do Portugal moderno, e claramente o apelo se estende muito além de gerações de consumidores portugueses.

Depois de um almoço leve de presunto curado e sanduíches de chouriço e queijo no café do mercado, partimos para o mundo da fartura.

Maria encontrou o caminho para uma exibição de tremocos, ou tremoços, pedaços de cores claras que ela disse serem o lanche perfeito para cerveja, como amendoim, e geralmente servidos com bebidas e azeitonas. Ela comprou uma jarra.

Em seguida, balcões de açougue de chourico e linguica, ambos fumeiros com blend de especiarias, o primeiro feito com tripa de boi e o segundo, mais fino que o chourico, feito com tripa de porco. As salsichas são produzidas em Fall River — não pelo mercado — e também em Nova Jérsia, onde existe uma grande população portuguesa.

O mercado oferece uma variedade de ambos, suaves e quentes, talvez 20 versões diferentes e primos curados, longos, curtos ou atarracados, praticamente todos bem abaixo de US $ 10 por libra.

Maria deslocou-se para uma exposição de rodas de queijo, tanto dos Açores (São Jorge) como do continente, e seleccionou uma pequena mas pesada rodada de queijo macio que disse ser do norte de Portugal, onde as ovelhas são tradicionalmente criadas nas montanhas para fazer estes queijos.

Em seguida, dentro de uma sala refrigerada envidraçada que percorre a profundidade da principal área comercial do mercado, prateleira após prateleira após prateleira de nacos achatados de bacalhau, pescado e processado na Noruega e na Islândia e uma vez dessalinizado pacientemente, o alimento básico da culinária portuguesa guisados ​​e sopas. Maria disse que o bacalhau norueguês parecia mais fino – “magro demais”, sua avaliação – do que o bacalhau português.

READ  O técnico da Espanha, Luis Enrique, na defensiva antes do confronto com Portugal

Do lado de fora daquela sala, caixas de polvo e lulas congeladas e sardinhas e cheiros, assim como mariscos e peixes variados do oceano, e mesa após mesa de conservas de sardinha, anchova, cavala e atum.

Maria comprou um grande pacote de capellini Aletria, que ela disse ser usado durante as férias para fazer uma massa doce muito fina que é como pudim de arroz.

Enquanto ela entrava numa sala montada como loja de cerâmica, mantas de lã e olaria, perambulei por entre corredores de azeites (com preços de principescos a plebeus), a cavernosa adega, passando por frutas, incluindo melão verde português, mais ou menos do tamanho de uma bola de rugby, e legumes, o balcão de pão e, como mencionado anteriormente, barris de especiarias, azeitonas, nozes e doces, e atraentes torres de chocolates importados e potes de molhos picantes.

Tudo o que direi, de coração, é o que o mercado tem nas portas de saída: “Obrigado”.

Steven Slosberg mora em Stonington e pode ser alcançado em [email protected].

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz