Serras e monumentos de Sintra estão encerrados ao público até terça-feira

“A serra de Sintra está inserida numa região classificada protegida e sensível ao risco de incêndios florestais, caracterizada por um elevado número de visitantes. âmbito nacional e municipal”, explica o município presidido por Basílio Horta (PS), em comunicado.

Assim, a partir das 00h00 de 20 de agosto (sábado) e até, pelo menos, às 23h59 de terça-feira será interdito o acesso dentro dos espaços florestais (pessoas e viaturas), bem como estradas florestais e caminhos rurais que compõem o perímetro florestal da serra de Sintra.

“Isentos desta interdição estão as viaturas de residentes e empresas aí sediadas, viaturas de socorro, viaturas de emergência e entidades que integrem o Sistema Municipal de Proteção Civil”, refere a autarquia, indicando que a situação de interdição será revista de 12 em 12 horas.

Para além do encerramento do perímetro florestal, também permanecerão encerrados os monumentos que se localizam em zonas florestais, nomeadamente o Parque e Palácio Nacional da Pena, Castelo dos Mouros, Santuário da Peninha, Convento dos Capuchos, Chalet e Jardim da Condessa de Edla . , Parque e Palácio de Monserrate, Quinta da Regaleira.

Quinta da Ribafria, Parque da Liberdade, Matinha de Queluz, Parque Florestal da Piedade da Serra e Parque Florestal da Serra da Carregueira também estarão encerrados.

O Palácio Nacional da Vila de Sintra e o Palácio Nacional de Queluz mantêm-se abertos durante este período, sem qualquer alteração ao seu funcionamento habitual.

Esta é a segunda vez este ano que a Câmara Municipal de Sintra decide encerrar o perímetro florestal e os monumentos aí existentes devido ao risco de incêndio.

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, anunciou hoje que o continente vai estar em alerta entre domingo e terça-feira devido ao risco de incêndios.

READ  Espanha, Grécia, Turquia e Portugal atualizam regras de viagem para britânicos - requisitos de entrada mais recentes

“Tomámos a decisão de determinar a situação de alerta para os dias 21, 22 e 23 – domingo, segunda e terça-feira, com reavaliação na segunda-feira à noite, com vista a reavaliar a necessidade de manter ou alterar a situação de alerta. Tudo isto aplica-se ao continente”, disse o governador, após reunião na Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), em Carnaxide (Oeiras).

Em conferência de imprensa, José Luís Carneiro explicou ainda que o estado de situação de alerta durante este período pressupõe “limitações especiais ao uso do fogo, ao uso de máquinas e ao uso de trabalhos agrícolas, bem como no que diz respeito ao acesso às áreas florestais “, salientando que o uso do fogo é apontado como a causa de 54 por cento das ocorrências, a que se somam outros 10 por cento de causas diversas.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz