Portugal: Greves iminentes com paralisações ameaçadas em dez aeroportos em agosto

Os viajantes para Portugal podem enfrentar caos e cancelamentos, já que trabalhadores em dez dos aeroportos do país ameaçam entrar em greve.

Trabalhadores da aviação civil de dois sindicatos portugueses planejam sair de 19 a 21 de agosto.

Se for adiante, o perturbação terá impacto em todos os aeroportos controlados pela ANA – o maior operador conglomerado do país – incluindo Lisboa, Porto e Faro.

Em comunicado conjunto, o Sindicato dos Trabalhadores da Aviação Civil (SINTAC) e o Sindicato dos Trabalhadores da Aviação Comercial (SQAC) exigiram aumentos salariais para os trabalhadores.

“Só com essa (greve) conseguiremos alcançar o que há muito falta à empresa: estabilidade social, respeito aos direitos dos trabalhadores e, fundamentalmente, às pessoas”, afirmaram os sindicatos.

Eles também solicitaram que a operadora – e sua proprietária francesa Vinci – priorizem “urgentemente” segurança do trabalhador.

As viagens em Portugal serão interrompidas por greves?

O proposto ataque chegará aos aeroportos em um dos fins de semana mais movimentados do ano, já que os turistas migram para Portugal para o verão.

A ANA opera dez aeroportos no país, incluindo Lisboa, Porto, Faro, Madeira, Ponta Delgada, Horta, Santa Maria, Flores e Beja. O aeroporto de Faro é a porta de entrada para o Algarveum dos locais de férias mais populares de Portugal.

Os aeroportos já estão movimentados, com o número de passageiros nos primeiros quatro meses de 2022 aumentando 500% em relação ao mesmo período do ano passado.

As negociações para impedir a greve estão em andamento, disse a ANA em comunicado.

“A ANA vai continuar a promover o diálogo com os parceiros sociais e vai dar continuidade à negociação em curso”, afirmaram.

Por que o pessoal da aviação de Portugal está em greve?

Os sindicatos portugueses estão a exigir que a ANA aumente os salários dos seus membros, “tendo em conta os seus resultados e a inflação”.

READ  Portugal vai lançar vacinas de reforço da COVID na próxima semana

Os sindicatos também pediram ao operador que tome medidas para a segurança do pessoal, contratando mais trabalhadores.

Eles alertam que um aumento no número de passageiros no aeroporto – combinado com a falta de pessoal – coloca a tripulação de cabine e o pessoal de terra em risco de abuso por passageiros frustrados.

“(A ANA deve) tomar medidas urgentes para contratar a escassez de recursos humanos” alegaram.

Onde mais na Europa o pessoal aéreo está em greve?

A greve de Portugal é a mais recente de uma série de greves a acontecer aeroportos europeus neste verão, em meio a um número crescente de passageiros.

Na Espanha, Tripulação de cabine da Ryanair ameaçaram sair quatro dias por semana durante os próximos cinco meses.

Os pilotos da EasyJet em Espanha acabam de anunciar que vão sair nove dias este mês sobre remuneração e condições de trabalho. A equipe já havia cancelado uma greve de três dias planejada para o final de julho.

British Airways A equipe de Heathrow ameaçou entrar em greve em julho, mas desistiu depois que a BA fez uma oferta salarial “bastante melhorada”, disse o Unite Union do Reino Unido.

Nos últimos meses, os trabalhadores ItáliaFrança, Alemanhae os Países Baixos também participaram em acções industriais.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
O Porta Voz